As aulas na Rede Pública Municipal de Sobral começam, nesta segunda-feira (04/02), e as escolas estão preparadas para recepcionar os cerca de 34 mil estudantes para mais um ano letivo. Ao longo desta semana, as escolas municipais realizaram a entrega dos kits escolares para os estudantes e também promoveram suas semanas pedagógicas com professores, coordenadores e diretores escolares.
 
Os estudantes já receberam os livros didáticos que serão utilizados neste ano, além dos kits com material escolar composto, de acordo com a modalidade, por caderno, caderno de desenho, canetas, lápis, apontador, borracha, régua, tesoura, cola, duas caixas de lápis de cor, giz de cera, canetinhas hidrocolor, tinta guache e massa de modelar. O fardamento completo e a agenda escolar serão entregues no decorrer das próximas semanas.

Seguindo o calendário escolar do município, o primeiro sábado letivo será no dia 16 de fevereiro e, ao longo do ano, serão sete sábados letivos. As aulas do primeiro semestre seguem até o dia 28 de junho e as férias escolares acontecerão de 1º a 30 de julho. O segundo semestre letivo terá início dia 31 de julho e as aulas seguem até o dia 17 de dezembro, com seis sábados letivos, cumprindo os 200 dias letivos previstos na Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB).

- Consulte o calendário letivo AQUI.





Mikaele Ancelmo, ex-aluna da rede pública de Sobral e do cursinho preparatório #SobralnoEnem, passou em 1º lugar para o curso de Medicina da Universidade Federal do Ceará (campus Sobral), por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Moradora do Residencial Nova Caiçara, a estudante de 19 anos sempre estudou em escolas públicas, passou pelas escolas municipais Maria Yêdda Frota e Gerardo Rodrigues e fez o Ensino Médio na EEEP Lysia Pimentel.

“O Sobral no Enem é um projeto incrível, principalmente pro jovem de escola pública que não tem condições de arcar com cursinhos. As aulas são bem proveitosas, os professores têm muita didática, o que me fez relembrar e absorver conteúdos bem mais rápido”, afirma Mikaele.

A estudante fala ainda sobre a experiência na rede pública municipal de ensino de Sobral. “Foi muito importante pra mim ter uma boa base no Ensino Fundamental, faz toda diferença quando você entra no Ensino Médio e adentra a sua grade escolar novas disciplinas. Se eu tivesse um Ensino Fundamental precário seria bem mais difícil chegar onde cheguei, porque é um processo de construção e todos sabem que uma casa tem que ter um bom alicerce”, finaliza.

O #SobralnoEnem, voltado para estudantes do 3° ano do ensino médio e egressos, oferecido pela Prefeitura de Sobral, tem desempenhado papel importante também na aprovação dos participantes em vestibulares regulares. Das 788 vagas ofertadas no vestibular da UVA em 2018, os alunos alcançaram um total de 69 vagas (sem considerar as vagas nos classificáveis).

Foi inaugurada, na noite desta terça-feira (29/01), a Escola Elda Cavalcante Lima, no distrito de Bonfim. Financiada com recursos do Governo Federal e Municipal no valor de R$ 4,5 milhões, a unidade atenderá, em tempo integral, 116 estudantes do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental.

Segundo o prefeito Ivo Gomes, a ação garante a igualdade de ensino tanto na sede, quanto na zona rural do município. “Se você for analisar os dados da educação de Sobral, você vai identificar aquilo que chama atenção Brasil afora: os indicadores de qualidade de Sobral são iguais em todas as escolas, seja nos bairros mais elegantes ou nos mais pobres, na sede ou nos distritos. É um sistema de ensino que garante equidade. Não é apenas uma escola que é boa e as outras mais ou menos. Nos distritos, geralmente, os indicadores das escolas são melhores do que na cidade”, disse o prefeito.
 
O novo equipamento, o sexto deste nível entregue à população, conta com 6 salas de aula, biblioteca, laboratórios de Matemática, Física, Biologia, Química e Informática, sala de vídeo, cantina, refeitório, pátio coberto, quadra poliesportiva coberta, anfiteatro, sala de professores, sala da coordenação, diretoria, entre outros, totalizando mais de 3.428 m² de área construída.

As escolas de tempo integral já inauguradas ficam no Residencial Nova Caiçara, Monsenhor Aloísio, Cohab III e nos distritos de Aracatiaçu e Caracará. Estão em construção mais sete, nos distritos de Jaibaras, Jordão, Rafael Arruda, Aprazível, Patriarca, Taperuaba e Patos.

A Secretaria da Educação de Sobral promoveu, na terça-feira (29/01), o Seminário de Alfabetização, no auditório do Centro Integrado SESI SENAI de Sobral. Com o tema “Alfabetizou? E agora?”, o seminário reuniu professores e coordenadores pedagógicos do 1º e do 2º ano do Ensino Fundamental que atuam nas escolas públicas municipais de Sobral.
 
“O processo de alfabetização consolidado em Sobral se tornou referência para outros municípios cearenses e para o País. Nosso novo desafio é conciliar as pautas novas com a alfabetização, ou seja, construir um processo sólido a partir do novo currículo, a partir de materiais didáticos que vão para além do que propõe o PNLD, ou trazer ainda um processo mais consistente nos ciclos finais da educação infantil”, explicou o secretário da Educação de Sobral, Herbert Lima.

A palestra foi conduzida pelo professor João Batista Araújo Oliveira, fundador e presidente do Instituto Alfa e Beto, na qual foram abordados os conceitos de alfabetização no contexto do ensino da língua, além de apresentadas evidências sobre o que precisa ser ensinado e como. 

Também participaram do seminário, a coordenadora de Ensino, Edna Lima; a gerente da Célula de Ensino Fundamental – Anos Iniciais, Arinede Almeida; e a diretora pedagógica da Escola de Formação Permanente do Magistério e Gestão Educacional (Esfapege), Tarjjara Almeida.

Em seguida, os gestores escolares do 2º ao 4º ano do Ensino Fundamental participaram de uma reunião, no Planetário de Sobral, na qual foi abordado o projeto de pesquisa “Fluência de Leitura - Coleção Leituras para o Ensino Fundamental - Anos Iniciais”.


Durante reunião nesta terça-feira (29/01) com membros do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Sobral (SINDSEMS), o prefeito Ivo Gomes anunciou aumento de 6% para profissionais do magistério, reajuste acima do piso nacional definido pelo Ministério da Educação, que foi de 4,17%.

A ação mantém a continuidade da política de valorização do magistério, que transformou a rede municipal de ensino de Sobral em exemplo para todo o país.

No ano passado, o prefeito já havia concedido aumento para os professores acima do piso nacional. “Os nossos profissionais do magistério precisam e serão valorizados em todo o meu mandato, porque eles fazem a diferença e colocaram Sobral no topo da educação brasileira”, justificou o prefeito durante a reunião.