A Secretaria da Educação de Sobral divulgou, nesta quinta-feira (10/05), o resultado final da seleção para Assistentes de Alfabetização do Programa Mais Alfabetização. Os profissionais aprovados serão lotados conforme a necessidade das escolas participantes do programa e sua disponibilidade de tempo. 

O Assistente de Alfabetização desenvolverá atividades de apoio ao professor alfabetizador, terá carga horária diária mínima de 60 (sessenta) minutos por turma. Cada candidato poderá atuar em até oito turmas, com recebimento de valor correspondente a R$ 150,00 mensal por turma. 

Mais Alfabetização

O programa Mais Alfabetização é uma iniciativa do Ministério da Educação, criado pela Portaria nº 142, de 22 de fevereiro de 2018, com a inclusão de um assistente de alfabetização para auxiliar o professor alfabetizador no fortalecimento do processo de alfabetização, para fins de leitura, escrita e matemática, dos alunos regularmente matriculados nos 1º e 2º anos do Ensino Fundamental.

- Veja o resultado final, clicando AQUI.

A Brinquedoteca do Didi iniciou, nesta terça-feira (08/08), o atendimento às crianças dos Centros de Educação Infantil da Rede Pública Municipal. Durante este ano, os educadores sociais da Brinquedoteca irão abordar a temática “Cultura pela Paz”, com a história de vida de pacifistas. 

Neste mês de maio, as crianças conhecerão a história de Tereza de Calcutá, que dedicou sua vida aos pobres. Serão abordados valores e sentimentos que influenciarão na vida das crianças, através da história "A Linda Amizade de Lica e o Pardal", enfatizando o valor da amizade e do respeito, por meio de brincadeiras. 

Na terça-feira (08/05), os estudantes do CEI Arry Rocha participaram de diversas atividades sequenciadas passando pelo “Canto da Leitura”, pelo “Canto do Brincar”, pelo “Canto do Fazer” e pelo “Canto do Faz de Conta”, com contação de histórias, brincadeiras, dança, teatro e música. O atendimento é feito às terças e quintas-feiras. Saiba mais: (88) 3611-1000.

 


As escolas municipais da sede e dos distritos de Sobral realizaram, no sábado (05/05), uma série de atividades no Dia “D” de Busca Ativa Escolar. Foram realizadas visitas às famílias dos alunos faltosos e dos alunos com 100% de frequência; blitz de conscientização; caminhadas; café da manhã com as famílias; além de plantão pedagógico, com entrega de resultados e conversa com os pais sobre a importância da parceria com a escola.

“De forma pioneira, Sobral já realizava ações para garantir a presença dos estudantes nas escolas, como ligar para as famílias quando a criança faltava sem justificativa e, até mesmo, ir buscá-las em casa. Para a criança e o adolescente aprenderem, a primeira premissa é estarem em sala de aula e por isso precisamos da parceira das famílias”, afirma o secretário da Educação de Sobral, Herbert Lima.

A iniciativa é uma das estratégias do “Fora da Escola Não Pode!”, promovido pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF). O objetivo é garantir que cada criança e adolescente esteja na escola e aprendendo. Desenvolvida por meio de diversas frentes de atuação, a iniciativa procura conscientizar diferentes atores responsáveis pela inclusão escolar, e também a sociedade em geral, sobre o problema da exclusão escolar e sugerir planos práticos para chegar a uma solução.

 
 

A Prefeitura de Sobral realizará, na sexta-feira (11/05), às 10h, a solenidade de assinatura do Termo de Cooperação junto ao Instituto Ayrton Senna para inclusão das competências socioemocionais nas escolas da rede municipal. A solenidade reunirá diretores, coordenadores, professores, estudantes, técnicos da Secretaria e comunidade em geral, no Colégio Sobralense de Tempo Integral Maria Dias Ibiapina localizado na Cohab III.

Já foram realizadas várias ações para inserção das competências socioemocionais nas escolas, como a formação dos diretores escolares, de coordenadores e professores de 30 escolas da Rede Pública Municipal de Ensino Fundamental II; e a Escola de Formação do Magistério e Gestão Educacional também iniciou as formações em serviço dos professores com conteúdos das competências socioemocionais. Também será realizado um diagnóstico socioemocional com os estudantes do 5º ao 9º ano do ensino fundamental. 

COMPETÊNCIAS SOCIOEMOCIONAIS


As competências socioemocionais são a capacidade de mobilizar, articular e colocar em prática conhecimentos, valores, atitudes e habilidades para se relacionar com os outros e consigo mesmo assim como estabelecer e atingir objetivos e enfrentar situações adversas de maneira criativa e construtiva.

Na rede de educação de Sobral serão trabalhadas as seguintes competências: Autogestão (determinação, organização, foco, persistência, responsabilidade); engajamento com os outros (iniciativa social, assertividade, entusiasmo); amabilidade (empatia, respeito e confiança); resiliência emocional (tolerância ao estresse, autoconfiança, tolerância à frustração) e abertura ao novo (curiosidade para aprender, imaginação criativa, interesse artístico).
 
 
Um grupo de educadores de Sobral está participando, de 06 a 12 de maio, da primeira formação do Programa de Especialização Docente (PED Brasil), realizada em São Paulo. Coordenado pelo Centro Lemann da Universidade de Stanford, o programa está alinhado com a implementação dos novos currículos de Matemáticas e Ciências e o fortalecimento da formação dos docentes da rede pública municipal de Sobral.

O grupo é formado por educadores da Secretaria da Educação de Sobral, da Escola de Formação Permanente do Magistério e Gestão Educacional e da Universidade Estadual Vale do Acaraú. “Estamos nos preparando para formatar um curso de Especialização em Ensino de Matemática baseado no Método Stanford de Formação de Professores, que será ofertado para nossos professores. O nosso objetivo é qualificar ainda mais a educação oferecida na rede pública municipal de Sobral elevando-a à padrões internacionais”, explica o secretário da Educação, Herbert Lima.

Durante a formação, os educadores conhecerão os princípios do PED e as conexões com a prática; as estruturas, o currículo e os papéis do programa; aprenderão sobre salas de aula equitativas; gestão da sala de aula; avaliação, política de avaliação e portfólio. O grupo também participará de um workshop com professora emérita da Universidade de Stanford, Linda Darling-Hammond, sobre os “Princípios da Formação Docente de Qualidade”.


O PED Brasil é um programa de formação de professores desenhado para prover a construção de uma comunidade de educadores em universidades que possam implementar um programa inovador na formação de professores de Matemática e Ciências. Ao final do curso, os docentes deverão elaborar e apresentar o plano de implementação do curso em Sobral.