A Prefeitura de Sobral reuniu, nesta terça-feira (13/04), mais de 120 gestores das escolas públicas municipais, estaduais e das escolas privadas do Município, além do chefe do gabinete do prefeito, David Duarte, e do secretário municipal da Educação, Herbert Lima. O objetivo da reunião foi apresentar as orientações contidas no decreto municipal nº 2630, de 11 de abril de 2021, para a retomada das aulas presenciais no município.
 
O decreto autoriza a retomada das atividades presenciais para a Educação Infantil, com 35% da capacidade de atendimento, no dia 14 de abril, para as unidades da rede privada de ensino, e no dia 21 de abril, para as escolas públicas municipais. O estudante só retorna às aulas presenciais com a autorização dos pais ou responsáveis, que devem assinar um termo de responsabilidade autorizando ou desautorizando o retorno.
 
“O prefeito e o Governador têm buscado de todas as maneiras assegurar a oferta de vacinas para o município de Sobral e para o Estado do Ceará. Sobral é o município que mais vacina. E o prefeito tem lutado pela priorização das vacinas para os educadores de Sobral. Hoje mesmo ele participa de uma reunião da Frente Nacional dos Prefeitos defendendo isso”, afirmou o chefe do gabinete do prefeito, David Duarte.
 
Os estabelecimentos de ensino devem cumprir todos os protocolos sanitários e oferecer aos estudantes e responsáveis a opção pelo ensino presencial ou remoto, de acordo com a escolha de cada família. Caso seja constatado um caso de Covid-19 numa sala de aula, ela será fechada por 14 dias e os estudantes e professor devem fazer isolamento por 14 dias. Caso sejam detectados dois casos ligados em salas de aula diferentes, a escola toda é fechada por 14 dias.
 
Segundo o chefe de gabinete, Sobral conduzirá com muita responsabilidade a retomada das aulas presenciais: “Estamos muito otimistas com esta retomada. Quando a rede privada retornou em fevereiro, não observamos nenhuma mudança no nosso quadro epidemiológico. Somos referência em educação e em saúde. E vamos unir nossa responsabilidade e capacidade técnica para fazer este retorno da forma mais segura possível”.
 
As unidades de ensino podem adotar as medidas pedagógicas mais adequadas ao retorno gradual das atividades presenciais de ensino, podendo realizar o revezamento entre os estudantes, ensino híbrido, dentre outras providências complementares. As atividades de ensino, percentuais de capacidade e datas de retorno poderão ser modificadas a qualquer tempo, a depender da situação epidemiológica do Município de Sobral.