As políticas públicas educacionais desenvolvidas em Sobral foram apontadas como exemplo por garantir equidade de oportunidades, promovendo a emancipação do indivíduo e superação do ciclo de desigualdade e pobreza, no programa Roda Viva da TV Cultura, na segunda-feira (20/08). Questões como a Base Nacional Curricular Comum, alfabetização, evasão escolar e modelos para o ensino médio foram discutidas por seis especialistas em educação.

“Sobral garantiu a alfabetização das crianças, apoiando o trabalho dos professores, oferecendo formação ao professor alfabetizador alinhada ao material didático, avaliando a aprendizagem dos estudantes e compartilhando boas práticas entre as escolas da rede. Isso foi crescendo e conseguiu ajudar Sobral a ter o melhor IDEB do Brasil”, destacou Denis Mizne, diretor-executivo da Fundação Lemann, um dos convidados do programa.

Também participaram do debate: Olavo Nogueira, diretor de políticas educacionais da ONG Todos pela Educação; Mozart Neves Ramos, diretor de Inovação e Articulação do Instituto Ayrton Senna; João Batista Araújo e Oliveira, presidente do Instituto Alfa e Beto; Renata Cafardo, repórter de Educação do jornal O Estado de São Paulo; e Luís Carlos de Menezes, professor sênior de Física da USP.