Visando estimular a investigação, busca de soluções e construção do conhecimento, cerca de 200 estudantes do 6º e 7º anos do Colégio Maria Dorilene Arruda Aragão tiveram uma aula de Ciências diferente sobre “umidade do solo”, no Laboratório FabLearn. Com o auxílio de um sensor de umidade, os estudantes organizados em equipes investigaram a umidade do solo em áreas distintas da escola.
 

Após coletarem as informações, os estudantes organizaram os dados em uma tabela para detectar os locais adequados para plantar as espécies propostas pelo professor César Brasileiro. Cada equipe apresentou para a turma os dados coletados, como foram divididas as tarefas em campo, o funcionamento do aparelho e as impressões sobre a experiência vivida.

Com kits de robótica, eletrônica, impressora 3D, cortadora a laser, equipamentos de marcenaria, costura, entre outros, os laboratórios FabLearn são espaços de invenção, descoberta, investigação e aprendizagem que já estão presentes em 15 países do mundo. 

Em Sobral, sua implementação está integrada à formação de uma equipe de professores que já está aplicando novos princípios de ensino de Ciências como um piloto para a construção de um currículo de Ciências moderno para os alunos.


Viabilizada pela Fundação Lemann, organização não-governamental familiar focada na melhoria da educação, a iniciativa faz parte do projeto de desenvolvimento do novo currículo de Ciências do município, que é alinhado à nova Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e traz as melhores práticas e experiências internacionais para o ensino de Ciências.